Ó pai, caaaaaaaaaaala-te


E-mail this post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Agora deu-lhe para cantar, imagine-se!

Ando eu arreliada por causa dumas coisas que me andam a acontecer lá na escola (antes que me encham a caixa de comentários com perguntas, são problemas com gajos, ok?), chego a casa com a cabeça em água, sem me apetecer fazer rigorosamente nada, sem apetite nenhum, sem querer tomar banho e o meu pai ainda se põe a cantar ao meu ouvido.

E eu juro que me passo com aquilo tudo. Ai que irrrrrritante!

O gajo pega-me ao colo, eu esperneio porque quero sair dali, mete-me numa banheira enorme, eu ali cheia de frio, às tantas leva-me para a cozinha, espeta-me colheradas e colheradas de comida pela goela abaixo, eu arrelio-me ainda mais.

Depois dá-lhe para se abraçar a mim, fico com o raio da minha cabecita prensada entre a sua mãos direita e aquela cabeçorra loura e, aqui é que eu me passo mesmo, começa a cantar.

Se fossem músicas porreirinhas ainda vá que não vá. Uma Madonna, uma coisa alegre, upa upa, bailadeira e tal. O gajo até sabe que eu de manhã gosto de ir para a escola a ouvir o Sorry e a abanar o capatece. Mas não, põe-se com aquela voz de bagaço a cantar cenas brasileiras do tempo da carochinha e mais ó caneco.

E custa-me ver a minha mãe, ali, impotente, sem poder fazer nada. Nem sai, nem desocupa a moita. Estou lixada com este gajo.

Ele que se cale, não é?


7 Bocas foleiras que já me mandaram aqui neste post “Ó pai, caaaaaaaaaaala-te”

  1. Anonymous Cláudia 

    Ai esse pai! Rifa-o, já te disse. Ou então foge de casa, traz a mãe, e junta-te a nós! (que temos saudades)

  2. Anonymous 1gota 

    É que o gajo é chato!
    Tens de arranjar uma solução... Vês se arranjas uma maneira de lhe dar umas dicas para cantar qq coisa em condições...
    Eu compreendo-te, como te compreendo.

  3. Anonymous ana rute cavaco 

    não sei como aguentas, rapariga.

  4. Anonymous Ana A. 

    Bem, Cuca, nem sei que te diga...
    Olha, como não quer a coisa, pede ao teu cota uns tampões para os ouvidos, tás a topar?

  5. Anonymous tia lenia 

    bem, cuquita... antes de mais, o elogio: este é o post mais genial que já aqui escreveste até hoje.

    agora o trauma que é ouvir o teu pai a cantar. quando ele vem com aquelas chochices brasucas de que ele gosta e se põe a cantar para mostrar essas músicas aqui à tia... ó desespero...! salva-me!!!!!!!!

  6. Anonymous Alexandra 

    Adorei...adorei...ri-me imenso!!!

    Miúda mais giraça e cheia de sentido de humor!!!

  7. Anonymous Maria João 

    Que pai horroso(piada)sempre a chatiar a filha.Se fosse eu já estava passada.Eu acho é que deves arranjar uma maneira para ele te deixar de chatiarrrrrrrrrrrrrrrr!!!!!!!!!!!!!!!.bEijinhos do tamanho do mundoooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!

Vá, digam mal, digam.

      Convert to boldConvert to italicConvert to link

 


Mas afinal quem sou eu?

  • Eu sou a Cuca,
  • Moro na Alapraia,

Previous posts

Coisas que eu já disse mas há já muito tempo

Outras pessoas que eu deixo morar lá em casa


ATOM 0.3